Ex de Anitta revela que ela chora com críticas e diz: "Continuamos amigos"

Em entrevista ao jornal Extra, o empresário revelou o quanto a cantora fica chateada com as críticas sobre ela e disse ainda manter admiração pela estrela!

por Sally Borges 14 fev, 2019 16:13Tags
Anitta, Thiago MagalhãesInstagram/@anitta

Thiago Magalhães tem seguido a vida após o fim do casamento com Anitta, mas, mesmo assim, ele ainda guarda admiração por ela. Em entrevista ao jornal Extra, Thiago elogiou Anitta e ainda falou que já a viu chorar muitas vezes devido às críticas na Imprensa.

"Continuamos amigos", revela ele. "Eu gosto que evitem o sensacionalismo e a cultura do clique. Vocês têm o olhar de repórter, eu tive o de marido e já vi muito a Larissa chorar. As pessoas são cruéis com uma mulher que lutou muito para vencer diversas dificuldades".

O empresário também não poupou elogios à dona do hit Veneno.

leia também
Snoop Dogg confirma parceria musical com Anitta

"Eu admiro muito a Larissa. Ela superou a pobreza, a família dela não tinha recursos e ela conquistou tudo. Eu vim de uma família que me proporcionou tudo, estudei nos melhores colégios e o inglês dela é melhor que o meu, por exemplo. A Larissa chegou longe como poucos conseguiram, só vejo esse reconhecimento, até internacional, com o Ayrton Senna".

Thiago também revelou que sua vida amorosa não parou após o término e que "está curtindo". Além disso, ele já até ficou com outras garotas. "Claro, já tem 6 meses que o casamento acabou".

Instagram/@anitta

O casamento do ex-casal chegou ao fim em setembro de 2018, após menos de um ano de relacionamento.

Naquela época, a estrela enviou um comunicado sobre o divórcio, através da sua assessoria de imprensa. "A decisão foi de comum acordo e a amizade, a admiração e o carinho entre os dois permanecem".

Anitta e o empresário começaram a namorar em maio de 2017 e assumiram a relação dois meses depois do lançamento do clipe Sua Cara.

Eles se casaram em novembro do mesmo ano em um cartório da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e realizaram uma cerimônia na Amazônia.