Chris Pratt, Ellen Page

NBC, CBS

Na última semana, a atriz e ativista Ellen Page usou as redes sociais para questionar o ator Chris Pratt sobre uma entrevista que ele deu para o programa The Late Show.

Em um tweet publicado pela equipe do programa era possível ver uma foto de Pratt conversando com o apresentador, Stephen Colbert. "Chris conversou sobre o seu lado espiritual no novo episódio", foi dito na legenda.

Como resposta, Ellen disse: "Ah, ok. Mas a igreja dele é famosa por ser contra os LGBTQ. Então que tal falar sobre isso também?". "Se você é um ator famoso e você pertence a uma organização que odeia um certo grupo de pessoas, não se surpreenda se as pessoas te questionarem sobre isso. Ser contra a comunidade LGBTQ é errado, não há dois lados. O dano que isso causa é severo e sem misericórdia", continuou ela.

Page também adicionou que: "Se as pessoas LGBTQ+ estão expressando a sua dor, seus traumas, suas experiências... que tal tentar ouvir? Abra seu coração, pare de ficar na defensiva e tenha compaixão. É um sentimento lindo e que muda vidas chamado empatia".

De acordo com a mídia, Pratt vai na igreja Zoe, em Los Angeles, que é liderada pelo pastor Chad Veach. Em uma entrevista para o New York Times que aconteceu em março de 2018, Veach afirmou que a igreja dele segue os princípios da de Hillsong, uma igreja contemporânea que foi fundada na Austrália em 1983, por Brian Houston e Bobbie Houston.

Em agosto de 2015, Brian publicou um texto em seu blog com o título: "Eu odeio os gays?". No post, ele disse: "A igreja de Hillsong dá boas-vindas para todas as pessoas, mas não concorda com o estilo de vida de algumas. Para ser claro, nós não concordamos com o estilo de vida gay e, por causa disso, não temos nenhuma pessoa gay em posições de líder, sejam pagos ou não. Eu entendo que essa afirmação deixará pessoas dos dois lados da discussão chateadas".

Porém, no site da igreja Zoe está escrito que lá é "um lugar no qual as portas estão sempre abertas para todas as pessoas - independentemente de quem sejam ou de suas jornadas - e nós esperamos que elas se sintam bem-vindas, confortáveis e amadas".

Após ler o que Ellen disse, Pratt usou a sua conta no Instagram para falar sobre o assunto.

Chris Pratt, Instagram

Instagram

"Foi sugerido recentemente que eu pertenço a uma igreja que 'odeia certos grupos de pessoas' e é 'famosa por ser contra os LGBTQ'. Nada poderia estar mais longe da realidade que isso. Eu vou para uma igreja na qual eles abrem as portas para todo mundo", disse ele.

"Independentemente do que a Bíblia diz do meu divórcio, a comunidade estava lá por mim, sem julgar", continuou. "Eles me ajudaram tremendamente oferecendo amor e apoio. E foi o mesmo que eu vi eles fazerem por outras pessoas, independentemente de orientação sexual, raça ou gênero".

"Minha fé é importante para mim porque nenhuma igreja me define ou define meu estilo de vida. Eu não sou representante de nenhuma igreja ou nenhum grupo de pessoas", escreveu o ator. "Meus valores me definem. Nós precisamos de menos ódio nesse mundo. Eu sou um homem que acredita que todo mundo deve amar quem quer e ser livre de julgamentos".

No fim, ele concluiu: "Isso é o que me guia na vida. Ele é um Deus do amor, da aceitação e do perdão. Não há espaço para ódio nesse mundo e no meu também".

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.