Delegacia vai apurar casos de racismo no Big Brother Brasil 2019

Alguns brothers estão soltando uns comentários nada legais na casa
por Guilherme Della Negra 11 fev, 2019 20:03Tags
Big Brother Brasil 2019Reprodução/Globo

O Big Brother Brasil 2019 está cheio de escândalos! Após um participante suspeito de agressão ser retirado da casa, a equipe da Delegacia De Crimes Raciais e Delitos De Intolerância (Decradi) afirmou para o site Notícias da TV que vai apurar casos de racismo e intolerância religiosa dentro da casa.

Para quem não sabe, alguns brothers estão soltando comentários pra lá de duvidosos durante esta edição. Também houveram conversas com visões deturpadas sobre "cabelo ruim", "racismo inverso" e "fim das cotas raciais".

Segundo a própria Decradi, Paula von Sperling e Maycon Santos são os principais alvos das apurações. As investigações devem acontecer em sigilo até que mais informações sejam liberadas.

leia também
As polêmicas dos primeiros episódios do Big Brother Brasil 2019

Em um episódio recente do reality, Paula chegou a falar que não queria mandar outro participante que segue uma religião de matrizes africanas para o paredão por medo dele "fazer um trabalho para ela". Maycon, por sua parte, comentou que sentiu uma "energia estranha" emanando de Rodrigo e Gabriela (que são negros) enquanto eles dançavam uma música "esquisita". A canção era Identidade, de Jorge Aragão.

Mas vale dizer que isso está longe de ser a única polêmica que essa edição do programa já levantou. Um participante foi obrigado a depor após ser acusado de agressão por quatro ex-namoradas e teve que sair do programa, outro chegou a comparar índios com animais e outro brother também revelou que maltratava animais na infância. Complicado!

fotos
Estrelas que participaram de reality shows e se tornaram atores