Decifrando o novo álbum de Ariana Grande: Pete Davidson, Mac Miller e mais

A cantora não teve medo de colocar tudo o que pensa nas canções
por Samantha Schnurr | Traduzido Por Guilherme Della Negra | 08 fev, 2019 16:40Tags
Ariana Grande, Thank U, NextInstagram

Em menos de seis meses, Ariana Grande lançou o seu novo álbum Thank U, Next, nesta sexta-feira, 8. E você sabe o que isso significa: chegou a hora de decifrar ele!

Diferentemente de Sweetener, que é mais alegre e fala sobre sucesso e amor, o novo CD fala exatamente sobre a quebra dessa fantasia, com um olhar mais íntimo nos problemas que a cantora enfrentou. Como exemplo temos a faixa Fake Smile, que fala sobre como a cantora lida com a pressão da mídia, e Ghostin, na qual ela canta sobre um amor que ela perdeu e não consegue superar.

Veja a análise de todas as música abaixo:

leia também
Ariana Grande desmente produtor e revela por que não vai cantar no Grammy 2019

Primeiramente temos Needy, que é uma canção de reflexão para Grande na qual ela admite: "Estou um pouco confusa/Mas consigo esconder quando estou arrumada/Eu sou obsessiva e amo demais/Boa em pensar demais com o meu coração/Como você acha que isso chegou tão longe?".

A frase pode estar fazendo referência ao noivado da cantora com Pete Davidson. Ela diz que se comportou de tal maneira por causa de traumas no passado. "Desculpa se eu mudo muito de humor/Desculpa se eu penso que não sou o bastante/E desculpa se eu falo desculpa demais/Você pode me chamar de egoísta/Mas depois de todo esse dano, eu não posso negar", canta ela.

leia também
Nicki Minaj nega ter mandado indireta para Ariana Grande em nova música

Voltando para um tema mais espacial, que ela também explorou com os hits Breathin e Better Off, Grande usa a música NASA como um hino de independência enquanto canta sobre querer mais espaço para ela.

"Querido, eu não consigo sentir sua falta se estou ao seu lado/E quando eu sinto sua falta, isso vai mudar a forma como te beijo/Querido, você sabe que a distância traz benefícios/É como se eu fosse o universo e você a N-A-S-A", diz ela na letra.

De um jeito metafórico, ela provavelmente se compara com o espaço porque há partes dela que o seu parceiro (comparado com a NASA) ainda não explorou ou não entende. "Você não quer me deixar, mas eu estou tentando me descobrir/Me deixe em sua órbita e você sabe que vai me puxar", adiciona Grande.

leia também
Nick Cannon alfineta Ariana Grande após sair com Pete Davidson

Em Bloodline, Ariana faz uma possível referência à Davidson novamente. O título também é um indício disso, já que ela pretendia se casar e ter uma família com ele.

"Eu não quero você na minha linhagem sanguínea/Só quero me divertir/E não precisa se desculpar/Mas você vai ter que se desapegar disso/Não quero você em minha linhagem sanguínea/Não estou tentando te fazer inteiro meu/E não precisa se desculpar/Mas você vai ter que se desapegar disso", é dito na canção.

Aparentemente, a cantora está falando sobre o fim da relação na música: "Não, não vamos acordar no próximo dia/Eu não tenho nada para falar/Eu não estou procurando pelo meu amor verdadeiro/Esse barco já partiu para longe".

E ela também questiona se o seu parceiro a ama tanto quanto ele fala. "Eu já entendi que você me ama/Mas não ama, é só para mostrar", afirma ela.

leia também
Niall Horan elogia Ariana Grande: "Tudo o que ela toca vira ouro"

Em Bad Idea, Grande fala sobre usar alguém para superar um amor. "Eu vou te chamar aqui para esquecer a dor/Eu tive uma má ideia/Esqueça disso, esqueça ele/Esqueça de mim", diz a canção. "Mas garoto, não se engane. Você sabe que isso não é real/Você deveria saber que eu sou temporária".

Um tema similar aparece em Ghostin, na qual ela fala sobre a perda de um amor que afetou outra relação dela. Isso é uma clara referência à trágica morte de Mac Miller, que aconteceu enquanto ela estava noiva de Pete.

"Querido, você faz isso muito bem/Você é tão compreensivo, você é tão bom/E eu estou te fazendo passar por mais do que qualquer pessoa merece/Eu me odeio porque sei que você não quer/Admita que isso te machuca".

Ela usa a gíria "ghosting" - o ato de cortar a comunicação repentinamente com alguém sem avisar - para falar sobre a perda de Miller e sobre como ele ainda assombra ela.

"Eu sei que parte o seu coração quando eu choro de novo/Por causa dele/Eu sei que parte o seu coração quando eu choro de novo/Ao invés de ignorar ele", diz ela na canção. "Mas eu queria que ele estivesse aqui/E não quero esse pensamento em sua cabeça/Ele vem me visitar/De vez em quando enquanto eu sonho".

leia também
Os 4 detalhes imperdíveis do clipe de 7 Rings, de Ariana Grande

In My Head também parece falar sobre a relação da cantora com Pete. No hit, ela canta sobre criar um homem em sua cabeça que não existe.

"Olhe para você, garoto, eu te inventei/Seus tênis da Gucci, enquanto você corre dos seus problemas", canta ela. "Pintei uma tela; Eu achei que tinha te pintado bem/Eu tinha o hábito de ver o que não estava lá/Me peguei no momento, enrolada em seus lençóis".

No fim, ela deixa claro que seu parceiro não era como ela o via. "Queria que você crescesse, mas não estava adiantando/Tudo o que você é te fez ser tudo o que você não é/Vi o seu potencial sem checar as credenciais/Talvez esse seja o problema/Não posso jogar a culpa disso em você/Sim, eu fiz isso comigo mesma/Achei que você era outra pessoa".

fotos
A evolução de Ariana Grande ao longo dos anos