Jussie Smollett

Cindy Barrymore/Shutterstock

Jussie Smollett, da série de sucesso Empire, quebrou o silêncio após sofrer um terrível ataque homofóbico e racista em Chicago. Em comunicado ao E! News, enviado nesta sexta-feira, 1°, Jussie disse que está "OK" e que tem trabalhado com a polícia na caça pelos agressores.

"Deixem-me começar dizendo que estou bem", iniciou o ator. "Meu corpo é forte, mas minha alma é ainda mais. Mais importante, eu quero dizer obrigado. O derramamento de amor e apoio da minha comunidade significou mais do que jamais poderei realmente expressas em palavras".

A notícia viralizou e provocou diversas reações em vários países. Muitos ficaram indignados e expressaram simpatia, enquanto outros rejeitaram a notícia e até falaram que era uma farsa.

"Estou trabalhando com as autoridades e tenho sido 100% factual e consistente em todos os níveis", acrescentou Jussie. "Apesar das minhas frustrações e profunda preocupação com certas imprecisões e deturpações que se espalharam, eu ainda acredito que a Justiça será cumprida".

Os policias disseram que na terça-feira, 29, dois desconhecidos supostamente se aproximaram do ator gritaram insultos raciais e homofóbicos, bateram no rosto dele, despejaram uma substância química não conhecida e ainda enrolaram uma corda no pescoço dele antes de fugirem.

Jussie foi sozinho ao hospital após dizer que estava em boas condições. Nenhum agressor ainda foi preso.

Os investigadores coletaram vídeos de segurança que mostram "duas pessoas potenciais de interesse", supostamente envolvidas no ataque. Eles também já recuperaram imagens de Jussie andando antes e depois do ocorrido pelas ruas de Chicago, incluindo um vídeo dele chegando em casa com a corda no pescoço, segundo alguns relatos.

O porta-voz da Polícia de Chicago, Anthony Guglielmi, disse na quinta-feira, 31, que o ator se recusou a entregar o celular ou compartilhar registros telefônicos que poderiam mostrar que ele estava falando com seu empresário no momento do ataque, segundo a NBC News.

Empire, Jussie Smollett

Fox

No entanto, Guglielmi falou à Reuters que a polícia não tinha "motivo para desconfiar" das contas de ambos, Jussie e seu empresário, de que eles estavam mesmo ao telefone naquele momento.

A família do ator de Empire também soltou um comunicado sobre o ocorrido na quinta-feira, 31, à mídia.

"Nosso amado filho e irmão, Jussie, foi vítima de um ataque violento e não provocado. Queremos ser claros, este foi um crime de ódio racial e homofóbico", informou a declaração, que ainda acrescenta que Jussie "contou tudo à polícia" e que "sua história nunca mudou".

"Como minha família afirmou, esses tipos de ataques covardes estão acontecendo com as minhas irmãs, meus irmãos e irmãos sem gênero diariamente", explicou o ator. "Eu não sou e não deveria ser isolado como um incidente isolado. Falaremos em breve e abordaremos todos os detalhes deste incidente horrível, mas preciso de um momento para processar".

"Mais importante ainda, durante os tempos de trauma, luta e dor, ainda existe a responsabilidade de liderar com amor. É tudo que eu sei. E isso não pode ser expulso de mim", finalizou Jussie.

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!

  • Share
  • Tweet

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.