Sarah Hyland não passou por um momento fácil. Nesta sexta-feira, 11, Sarah, que chorou ao mostrar suas cicatrizes de transplante de rim, concedeu entrevista ao The Ellen DeGeneres Show e revelou que quase cometeu suicídio.

A estrela da série The Modern Family, que estima ter feito 16 cirurgias até agora, explicou que seu corpo começou a rejeitar o rim que seu pai lhe dera antes.

Vale lembrar que em uma entrevista à Self Magazine, a atriz se abriu sobre a sua depressão e pensamentos suicidas que ela já havia experimentado, por se sentir como se tivesse falhado com seu pai e com medo de falhar com o irmão, que lhe doou o outro órgão.

E à Ellen DeGeneres, Sarah se recordou do tempo "realmente muito duro" e como ela superou tudo isso.

"Eu tenho um trabalho incrível, um sistema de apoio incrível, mas... depois dos 26, 27 anos estando sempre doente e com dores crônicas todos os dias, você não sabe quando vai ter o próximo dia bom. É muito, muito difícil", disse ela. "Eu escrevia cartas na minha cabeça para os entes queridos do porquê eu fiz isso, do meu raciocínio por trás disso, como não era culpa de ninguém e eu não queria escrever isso no papel porque eu não queria que ninguém o encontrasse porque foi assim que eu queria que fosse".

"Você estava realmente perto de fazer isso?", perguntou a apresentadora. "Eu estava muito, muito, muito, muito perto de fazer isso", respondeu a atriz.

Felizmente, ela falou com alguém sobre isso e que fez toda a diferença. "Eu disse, finalmente, em voz alta para uma pessoa e essa pessoa me fez pensar ‘Preciso ver um terapeuta. Acho que preciso ir ver um terapeuta novamente', e ela disse ‘Não, não, por que você quer ver um? Você pode falar comigo'".

"Quando eu disse em voz alta, ela disse ‘Oh, você precisa ver um terapeuta', e foi quando eu pensei ‘Ok, não acho que você vá me ajudar. Eu acho que preciso realmente fazer isso sozinha e realmente fazer ainda mais uma busca de alma'. Eu mantive isso para mim mesma por meses e meses e dizer isso em voz alta realmente me ajudou".

Hailey disse ainda que não queria que ninguém soubesse "porque, se soubessem, tentariam me persuadir". Em sua última análise, "acabou sendo eu mesma que me tirou isso. Eu tive que fazer isso sozinha. Eu disse a mim mesma que eu tinha que fazer isso sozinha".

Agora, ela está esperançosa de que sua história encoraje e inspire outras pessoas que estão enfrentando lutas semelhantes.

"Toda pessoa com sua ansiedade ou depressão ou com pensamentos suicidas – cada individuo é diferente, então eu não confiaria apenas eu tudo o que eu digo. Estou apenas compartilhando minha história, mas acho que conversar com alguém e dizer isso em voz alta realmente, realmente faz parecer ridículo e coloca tudo em perspectiva", finalizou a atriz.

Criador de Celebridades: Toda quinta-feira, a partir as 20h. Só no E!

We and our partners use cookies on this site to improve our service, perform analytics, personalize advertising, measure advertising performance, and remember website preferences. By using the site, you consent to these cookies. For more information on cookies including how to manage your consent visit our Cookie Policy.